quarta-feira, janeiro 31, 2007

Palermos


Meu contrato de alguel do apartamento na Recoleta terminou na semana passada e me mudei para um imóvel pertencente aos mesmos donos, mas localizado no bairro de Palermo. A idéia é aproveitar este último mës em Buenos Aires para conhecer um pouco este outro pedaço da cidade.

Palermo é basicamente um bairro de classe média, média alta, situado na zona norte porteña. Talvez seja o maior bairro da cidade e cada uma de suas sub-áreas tem características próprias e um nome especial. Saber onde começa e termina cada uma é um assunto controverso até para quem mora em Palermo. Brinquei com meus senhorios que iria tentar desenhar um mapa do local e eles responderam que a tarefa é impossível: "Os limites mudam muito por causa das imobiliárias, `Palermo` é um nome que vende, tem apelo comercial, por isso o bairro cresce e engole outras zonas". Nada muito diferente do que vemos no Rio de Janeiro.

Meu setor favorito é Palermo Viejo (foto), ao redor da praça do mesmo nome. Era uma regiäo um tanto abandonada, perigosa até, que agora virou uma grande atraçäo turística, com muitos restaurantes, feiras de artesanato e várias lojas de design e decoraçäo. O movimento é täo intenso nos fins de semana que o governo quer reformar a zona, há uma polëmica em curso sobre o que fazer com as barracas dos artesäos. A reforma virá em bom momento, o local é bonito mas precisa de mudanças.

Outro lugar que gosto bastante é Vila Freud, chamada assim por concentrar grande número de consultórios de psicólogos e psicanalistas - há até um simpático café batizado de Sig em homenagem ao doutor Freud. Além disso, na área existe um belo paseo em estilo espanhol, isto é, uma rua para pedestres ladeada de árvores.

Em Palermo também estäo localizadas as áreas verdes mais lindas da cidade, como o Jardim Botänico, o Jardim Japonës e o Parque Trës de Fevereiro. Ao redor delas fica Palermo Chico, zona que impressiona pela riqueza e sofisticaçäo. Por ali também estäo atraçöes como Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires.

Em suma, esta é a geografia sentimental por onde me moverei neste que será meu último mës nesta cidade que já é täo querida para mim.

4 Comentarios:

Anonymous Patricio Iglesias said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Sempre me interessou muito o fenómeno das pessoas que mutam os nomes de seus bárrios ou cidades por "status". Sempre me faz rir o caso de minha localidade, Boulogne. Muitos dos que vivem cerca de San Isidro dizem ser dissa cidade. Mas outros que vivem no Suárez cerca da minha cidade dizem ser de Boulogne! Bobagens da vanidade...
Muito bom artigo! Nao savia de Villa Freud
Abraços argentinos

Patricio Iglesias

fevereiro 01, 2007 1:29 PM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Salve, meu caro.

Esse tipo de comportamento eh universal, ou pelo menos tambem acontece bastante no Rio de Janeiro...

Abracos

fevereiro 03, 2007 1:37 PM  
Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

I've used to smoke a few other brand e-cigs and I need to admit Green Smoke cigarettes is by far the best electronic cigarette available on the market!

Have a look at my web blog; green smoke reviews

março 31, 2013 3:36 PM  
Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Together with electronic cigarette, everybody is satisfied with
a couple of puffs, keeping the others with regard to afterwards.
E-cigarettes less complicated less than regular cigarettes.
Depending on where you live, the bunch of normal smoking can cost anywhere between $5 and
also $12 a new load up.

maio 26, 2013 8:20 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com