terça-feira, outubro 31, 2006

Encontros e Despedidas



“Olá, sr. Maurício. Vamos estar oferecendo ao senhor um cartão de crédito do Banespa e...”
“Obrigado, mas me mudo amanhã para a Argentina e ficarei um bom tempo fora. Não terei necessidade de um cartão de banco brasileiro.”

A atendente desligou ofendida, na certa pensando que eu havia inventado uma desculpa esfarrapada para me livrar do telemarketing. O fato é que não resisti: foi o segundo cartão que me ofereceram nesta terça.

Os últimos dias foram surreais, vividos numa espécie de limbo. De licença dos meus três empregos, o tempo foi todo para os preparativos da viagem, que só terminaram hoje pela manhã. Todas as providências foram tomadas, as malas estão prontas e os documentos em ordem. Embarco amanhã para Buenos Aires.

A ficha ainda não caiu. Parece que vou apenas para uma reunião em São Paulo, com retorno no mesmo dia. Talvez porque viajarei com pouca bagagem: duas malas e uma mochila levando basicamente roupas, além de papéis e material para entrevistas (gravador, câmera). O resto compro por lá.

As expectativas para a temporada argentina são altas. Do ponto de vista acadêmico, realizar pesquisa que me ajude a escrever uma boa tese, e aprofundar meus conhecimentos sobre política sul-americana, inclusive comprando uma bela biblioteca. De uma perspectiva pessoal, a experiência de viver em outro país, conhecer gente nova e visitar lugares interessados. Também desejo descansar um pouco, depois de três anos muito agitados e repletos de obrigações.

Algo mais. Ando irritado com as limitações dos meus horizontes. Por mais que circule em vários ambientes, 90% do meu tempo se dá entre o centro do Rio de Janeiro e um punhado de bairros da zona sul. Como diz uma amiga que sofre do mesmo problema, “minha vida se limita ao itinerário do ônibus 434”. Vontade de sair deste casulo e descobrir pedaços deste vasto mundo. Inventar. Experimentar.

Ficarei fora apenas quatro meses. È pouco para quem permanecerá por aqui, mas certamente o tempo correrá diferente para mim, com outra intensidade. Não acredito que seja longo o suficiente para que eu sinta saudades, estarei muito ocupado com descobertas e aventuras (ou pelo menos, com aulas, pesquisas, livros e bifes de chorizo).

As perspectivas imediatas são ótimas. Terei um novembro cheio na universidade. Já no dia 2, que não é feriado na Argentina, tenho um evento acadêmico. Na manhã seguinte, uma reunião política no Ministério das Relações Exteriores. No fim de semana, a idéia é me divertir e visitar amigos e na segunda chega a Buenos Aires uma ex-orientanda com quem trabalharei em parte da pesquisa. Também farei uns frilas como repórter. Jornalistas são como espiões e controladores de vôo e jamais se aposentam.

Naturalmente, escreverei bastante sobre minhas experiências na Argentina – blog serve para isso, não é? O plano é brincar bastante com este espaço e exercitar “o ofício de viver em voz alta”, como Rubem Braga definia a profissão de cronista.

Até logo!

3 Comentarios:

Blogger Sérgio said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Mauricio..
uma boa viagem para vc e aproveite bem esses 4 meses na Argentina.
Grande Abraço

novembro 01, 2006 12:33 AM  
Anonymous Marcus said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Boa viagem e sucesso.

novembro 01, 2006 1:29 AM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Obrigado, meus caros. Comecei a postar as novidades. Está tudo ótimo por aqui e parece que será uma excelente temporada em BsAs!

Abracos

novembro 03, 2006 11:51 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com