quinta-feira, outubro 20, 2005

Cultura do Medo



Será que vai ganhar o Não no referendo? É o que parece. No meu próprio círculo social - homens com nível universitário e renda acima de dez salários mínimos - o apoio ao não chega a 70%. Estou na minoria, sou quase um traidor de classe. Se descobrirem isso em Ipanema, nunca mais poderei freqüentar a Livraria da Travessa depois de caminhar na praia.

Existem muitas armas no Brasil, mas mesmo a estimativa mais pessimista fala em 15 milhões, bem abaixo dos cerca de 50% dos eleitores que se manifestam em prol do não. Ou seja, as pessoas não estão votando para manter armas, embora alguns queiram preservar essa possibilidade. Contudo, me parece que a razão principal para o apoio ao não é a força da cultura do medo e da desconfiança no Brasil. Não se trata apenas da preocupação com a segurança (de resto, bem sensata) mas também do descrédito com relação ao Estado e às instituições públicas, como atestam as pesquisas de opinião.

Muitas das pessoas com quem converso acreditam que o Estado não tem condições de implantar uma política de desarmamento, ou outras ações de segurança pública. Que a corrupção é endêmica e não tem jeito. Vários eleitores associaram o referendo ao governo Lula, embora a proposta venha dos tempos de FHC e seja de autoria de um parlamentar do PMDB, o senador Gerson Camata. Em todo caso, querem punir o presidente votando pelo não. A população apostou na esperança contra o medo em 2002 e recebeu em troca a frustração total das expectativas. Agora querem dar o troco.

Me parece que o tom da campanha do não é uma prévia do que será a campanha presidencial de 2006: um discurso amargo, ressentido, mexendo com o que um pitoresco político brasileiro chamaria de "instintos primitivos" dos eleitores. Há um mercado farto para esse discurso, como mostra o sucesso da propaganda do não.

7 Comentarios:

Anonymous nica said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Mestre,

Não vou poder votar no referendo (brasileiros que moram no exterior perdem o direito, sniff!), mas estou achando superinteressante as notícias e mensagens que tenho recebido a respeito. Praticamente todo mundo que conheço tem uma opinião apaixonada sobre o assunto, seja qual for sua posição. Seus insights têm sido ótimos pra me manter atualizada. :)

Beijos!

outubro 20, 2005 1:12 PM  
Blogger Velvet said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Tenho uma opinião bastante diferente da sua. Acho que o Estatuto do Desarmamento já limita e condiciona a compra de armas, impondo severas restrições e burocracias para quem quer adquirir uma legalmente. Ou seja, a situação aqui é bem diferente da norte-americana, mas a confusão leva muitas pessoas a optarem pelo "sim", desconhecendo a lei. Não acho democrático e nem mesmo constitucional que se suprima o direito à autodefesa pelos cidadãos. Não se está defendendo uma cultura de armas, nem de substituição do Estado pela autotutela, mas sim o direito garantido à legítima defesa, à resguardar sua própria vida, num mundo onde cada dia mais as ameaças são de armas de fogo. Armas de fogo estas que, ao contrário do que muitos pensam, não são compradas legalmente. Por isso voto NÃO.

Abraços

outubro 21, 2005 8:36 AM  
Blogger Vitor Dornelles said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Grande, Maurício!

Rapaz, é bem possível que muita gente vote NÃO para punir o governo atual. Triste, mas previsível. Eu voto NÃO porque acho a proibição inútil. O objetivo a que ela se propõe (diminuir os acidentes e mortes por motivo fútil) pode ser conseguido de outras maneiras. É arriscado demais jogar tudo nas costas de uma medida radical que pode ter efeitos colaterais imprevisíveis.

Abraço!

outubro 21, 2005 1:16 PM  
Anonymous Regina said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Vou votar SIM muito conscientemente e sem arrependimentos posteriores, pois sei que a minha chance é única, não se trata de eleição onde daqui 4 ou 8 anos, poderia reformular, quem sabe quando terei esta oportunidade novamente? Voto Sim porque acredito tratar-se do primeiro de uma série de passos que precisamos dar rumo a uma sociedade verdadeiramente civilizada, toda longa caminhada exige um primeiro passo. A autotutela servia muito bem ao homem das cavernas; em um estado que se pretende democrático de direito temos sempre que avançar no aperfeiçoamanto da norma jurídica. Jamais perderia esta oportunidade. MENOS ARMAS, MENOS MORTES! VOTO SIM!

outubro 21, 2005 2:51 PM  
Blogger Velvet said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Que tal proibirmos então as armas brancas também? Menos armas, menos mortes...

A autotutela é excepcional, não a regra, exatamente porque o Estado não pode ser o garantidor universal, estar em todo o lugar como se tivesse tentáculos. Isso é utópico. E, de qualquer forma, o argumento do vitor dornelles é também meu: votar SIM é inócuo.

De qualquer forma, viva a democracia. Bom referendo para todos.

Abs

outubro 21, 2005 3:53 PM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Car@s,

sou plenamente a favor do direito de autodefesa - por isso quero proibir armas, porque todas as estatísticas mostram que elas são bem mais perigosas para seus donos do que para os bandidos. É preciso defender as pessoas de suas ilusões de autodefesa.

A quem quiser proteção, sugiro comprar um cachorro. Ou se engajar na mobilização por uma política de segurança de qualidade e por uma sociedade melhor. Não existem soluções individuais para o colapso da segurança pública.

É díficil acreditar que os eventuais efeitos colaterais seriam superiores aos benefícios da lei.

Abraços

outubro 21, 2005 6:06 PM  
Anonymous layanna rodrigues said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Ontem me perguntaram em que opçao iria votar, falei que no "sim" e o que ouvi foram as mais duras criticas. Ninguem entendeu como uma pessoa com "nivel universitario" estava cometendo esta atrocidade. Expus meus argumentos e quase ninguem soube rebate-los, e olha depois de algumas cervejas, eles nem foram tão bons assim rsrs... A verdade é que se tivesse uma arma ontem com toda certeza teria matado alguem naquele bar!! rs

outubro 23, 2005 7:18 PM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com