sábado, dezembro 03, 2005

A Queda de Dirceu


A cassação de Dirceu era esperada há alguns meses, desde que renunciou ao cargo de ministro-chefe da Casa Civil. Respeito a trajetória de Dirceu, representativa de uma tradição importante da esquerda brasileira, ainda que autoritária demais para meu gosto. Seu papel no governo Lula reflite as dificuldades que discutimos no seminário de Recife sobre participação social país.

Após a redemocratização, foram criados no Brasil cerca de 27 mil conselhos de políticas públicas, em todos os níveis de governo. Esses espaços reúnem representantes oficiais, dos movimentos sociais e das organizações da sociedade civil. Supostamente, seriam os fóruns de interlocução de onde nasceriam políticas públicas mais includentes e sensíveis aos problemas brasileiros.

Claro que houve avanços nos conselhos, mas de modo geral há frustração disseminada de que sua grande promessa não se cumpriu, de que eles têm pouco impacto efetivo na vida da população, embora exijam muito tempo e recursos das organizações que participam de suas atividades.

Havia uma expectativa na esquerda de que a eleição de Lula iria mudar isso e promover uma transformação nesse campo. Evidentemente, não foi o que ocorreu. Foram criados alguns conselhos e espaços, mas o modo tradicional de fazer política - a troca de favores entre elites - continua predominante.

Dirceu iniciou sua militância política no movimento estudantil dos anos 60, em organizações dissidentes do Partido Comunista e defensoras da luta armada. O projeto dessa turma podia ser baseado em nobres intenções de mudar o Brasil, mas não era democrático nem aberto à participação - a liderança do processo era em moldes leninstas, de uma pequena "vanguarda" que deveria representar a maioria da população.

Esse tipo de postura é bem característico dos setores principais do governo Lula, embora eu abra exceções para pessoas como Olívio Dutra e Marina Silva, vindos de uma tradição de movimentos sociais muito mais aberta e democrática. Claro que uma vez no poder, a vanguarda muitas vezes age da mesma maneira que a elite contra a qual ela dizia estar lutando. Daí aos mensalões da vida, é menos do que um passo.

A história poderia ser diferente? Acho que sim. O governo Lula fez suas opções porque esclheu m projeto de poder - manter-se na presidência - e não uma agenda de transformações e mudanças sociais, que implicam um risco maior. Não estou triste por Dirceu: ele teve o que merecia e o que procurou. Lamento apenas que sua queda não represente a ascensão de uma corrente mais democrática, mas somente uma guinada mais intensa do presidente a um discurso populista e eleitoreiro, indigno de sua trajetória de vida.

2 Comentarios:

Blogger Bucaneiro Carioca said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Fala Maurício,
O que eu acho mais engraçado na figura do darth dirceu é que ele é endeusado por ter feito coisas horrorosas, afinal, ele é o principal responsável pela "profissionalização" do PT e pela politica de alianças (que foi exatamente o que deu chabu). Me lembro da eleição contra o Collor, eu estava lá, moleque, devia ter uns 20 anos, fazendo campanha e tal. Hoje o PT é outro e não sei se ganhou espaço por isso. Acho com cinceridade que ganharia cada vez mais espaço sem necessidade de mudar tanto. Acho que o cabra vai tarde... Tenho até esperança de uma melhora no partido daqui a uns 5 anos...

dezembro 08, 2005 9:00 AM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

É, André, num certo sentido o sucesso do Dirceu (pelo menos até estourar o escândalo) era a apologia do afastamento do PT dos projetos de mudança social, em nome das "alianças para a governabilidade" que resultaram nessa lambança.

O que me mais me impressiona é ver muitos militantes tradicionais da esquerda chorando por Dirceu, como se ele representasse algo de importante para quem quer mudar o Brasil. Talvez tenha sido assim num passado já distante, mas hoje ele se parece cada vez mais com um daqueles coronéis tradicionais do PFL ou PMDB.

Abraços

dezembro 08, 2005 10:22 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com