quarta-feira, novembro 16, 2005

Cenas da Mudança

O feriadão foi muito bem aproveitado tocando a mudança e a arrumação do apartamento novo. Consegui levar quase tudo, faltou só a TV, que vai até sexta-feira porque quero assitir à nova temporada de "Cidade dos Homens". Ainda há móveis chegando e sendo montados, incluindo a sala completa.

**

Como a mudança vinha sendo planejada há tempos, correu tudo bem. Apesar disso, houve surpresas. Por exemplo, me assustei com a quantidade de roupas que tenho. Meu armário parece o da Imelda Marcos. Para que preciso de cinco calças beges, quase no mesmo tom? E por que tantas camisas? Separei algo para a caridade e descobri algumas coisas bem legais, que eu nunca tinha usado. Nada como mudar para se conhecer melhor.

**

Montei um escritório com biblioteca e mesa de trabalho. Finalmente sou um acadêmico de gabinete e meus livros encontraram o lugar que merecem, fora do aperto do armário onde estavam entulhados. Deixei um espaço para a expansão. Tem muito livro bom neste mundo. The life so short, the craft so long to learn, já dizia mestre Chaucer. Mas minha leitura para os próximos dias são os manuais dos eletrodomésticos.

**

A rua é bastante tranqüila, em geral minha trilha sonora são passarinhos cantando. De vez em quando a menininha do primeiro andar bota Tati Quebra-Barraco, mas o pai dela escuta jazz. O vizinho do terceiro andar é um ótimo pianista, com belo repertório. Um sujeito que ainda não identifiquei costuma atacar com a Nativa FM. Ligo meu som na MPB e está tudo resolvido. Aliás, que legal arrumar as coisas ouvindo os Titãs cantando Torquato: "Só quero saber do que pode dar certo, não tenho tempo a perder".

**

A rua é pequena e é um tanto difícil encontrar vaga. Na ladeira ao lado há guarita e ontem fui conversar com o segurança. O cara trabalha muito sozinho e aproveitou para puxar papo e me contar toda sua vida, desde os tempos em que foi peão em Alagoas. A mãe trabalhou como empregada para o PC Farias. Muita história de brigas de família, tiroteios, coronelismo à antiga. "Fui bicho ruim, moço, pode acreditar." Ainda não decidi se vou estacionar o carro por lá. Acho que vou explorar um pouco as ruas laterais em busca de uma mais calma.

6 Comentarios:

Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Si senor pero yo pienso que soy un papagayo y en la casa de doble P hay una guapa cocina a donde hay dos hermanos quien le gusta la tomatina porque tienen el pelo rubio. Y a ellos le encanta cantar "vamos a la playa". Pienso que es una buena idea de ver la senora delbosque. Prefiero guisantes y puerros pero es muy delicioso "el tocino a la madrilena". Desde tiempos remotos, bien se ve que sea la mejora idea de todo el mundo. A lo mejor, no soy guapissimo. No, no es la verdad, cuando voy a la gran ciudad, entre ceuta y gibraltar, no sé cruzar el agua porque hay pescados que se burlan de mi ! Soy malissimo pero soy rigolo.

novembro 16, 2005 4:29 PM  
Blogger Claudia said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Nada como um bom planejamento, não é mesmo? E você deu sorte: tenho um vizinho - que também não consegui identificar - que pratica todo seu duvidoso repertório pop num tecladinho chato configurado para órgão (daqueles bem monótonos, tipo xilofone, sei lá) e um dentista no andar de baixo que adora fazer hora extra.
Beijão!

novembro 16, 2005 5:36 PM  
Anonymous Regina said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Oi, Maurício:

Parabéns!
Nada como ter o cantinho da gente, com a cara da gente. Nosso lar, nosso ninho, nosso pequeno mundo, onde somos o que quisermos, o que imaginarmos, e incrivelmente, onde somos inteiramente, que espanto, nós mesmos.

Vizinhos você vai ter bons e ruins, é óbvio, mas minha mãe tinha uma definição simples, mas que me acompanha até hoje, já que sou "nômade"; "mais vale um bom vizinho perto, que um parente longe."

Bons fluídos, que você seja muito feliz na nova morada, e que o ambiente também lhe sirva de inspiração, coisa que você nem precisa, para continuar postando textos inteligentes e instigantes.

Tudo de bom!

novembro 16, 2005 5:47 PM  
Anonymous nica said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

No meu apartamento no Rio, a filha mais velha da família que mora no andar de cima (um casal de mineiros com sete filhos!) é uma ótima pianista. Ela costumava praticar toda noite na hora do jantar, e às vezes eu tirava o som da TV só para escutá-la. :)

novembro 18, 2005 8:37 AM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Caras,

não tenho o que me queixar dos vizinhos, fora o sujeito que ouve a Nativa (mas parece que só aos fins de semana). A bronca atual é para a Toque a Campainha, que me fez perder um dia de trabalho à espera de um montador que não apareceu. Acabei de mandar um e-mail ameçando-a com o Procon caso não me resolvam tudo amanhã. Paciência não é uma virtude que eu tenha.

Abraços

novembro 18, 2005 8:11 PM  
Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

This paragraph is actually a pleasant one it helps
new web viewers, who are wishing for blogging.
Feel free to visit my web-site - perfumes

fevereiro 06, 2013 9:43 PM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com