terça-feira, novembro 01, 2005

Tião Enfrenta a Morte!


 Posted by Picasa

A morte de Gloria Perez é uma mistura do imaginário cristão com a Divina Comédia de Dante, alguns elementos espíritas e o cenário que sobrou de Hoje é Dia de Maria. Também é uma tremenda egotrip na qual Tião se depara com cenas de seu inconsciente. Mas as seqüências nas quais ele enfrenta a morte ainda são dez vezes melhores do que a Sol vagando pelo mar na balsa com que tenta entrar nos EUA. Detalhe: a porta do inferno é vigiada pela Juliana Paes. Sempre achei que o diabo era um cara injustiçado.

E o Carreirinha, que foi alfabetizado? Ele jura que foi pelo método Paulo Freire, só que o quadro negro mostrava apenas "vovó viu a uva". Se a pedagogia do oprimido estivesse em curso em Boiadeiros, Carreirinha já teria iniciado sua revolta contra a Víuva Neuta, a latifundária opressora que reprime até a sexualidade do Junior. Aliás, estou torcendo pelo beijo dele com o peão gay. Quero mais é ver o circo pegar fogo e a esquerda precisa de uma vitória em 2005.

O melhor do pior destes últimos capítulos é o romance entre May (Camila Morgado) e Laerte (Humberto Martins). Ele tenta abraçá-la e ela reage com argumentos dignos do Samuel Huntington em The Hispanic Challenge: "Odeio você! Seu latino! Troglodita!". Claro que a cena termina com a subjugação da frígida anglo-saxã pelo macho latino-americano.

A coadjuvante que foi acusada de furtar objetos dos colegas de elenco deu uma entrevista ao NoMínimo se dizendo injustiçada: "Me sinto um deputado do PT." Coitada, ninguém merece.

1 Comentarios:

Blogger Claudia said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

O mais interessante é descobrir que o limbo fica no túnel do metrô de Copacabana... rs

novembro 01, 2005 3:31 PM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com