sexta-feira, julho 23, 2004

O Fantasma do Vietnam

Durante minha preparacao para os exames qualificatorios que acontecerao em setembro, estou me reunindo semanalmente com dois grupos diferentes: um grupo de Relacoes Internacionais e outro de Politica Comparada.

Ao final da reuniao de hoje com um dos integrantes do grupo de Relacoes Internacionais -- o Matt, americano do Oregon, estado tradicionalmente democrata da Costa Oeste -- comecamos a conversar sobre o futuro dos EUA no sistema internacional e os possiveis caminhos abertos (ou fechados) pela "guerra contra o terror". Enquanto um assunto puxava o outro, comecamos a comentar sobre o filme "Sob a Nevoa da Guerra", um documentario sobre Robert McNamara, o Secretario de Seguranca Nacional durante os governos Kennedy e Johnson. Para quem nao assistiu ao filme, basta dizer que McNamara eh bastante franco quando discute sua participacao na Segunda Guerra Mundial, mas tenta nao se comprometer quando comenta a Guerra do Vietnam, parte central de sua vida publica.

Matt e eu chegamos a conclusao de que hoje, por incrivel que pareca, o efeito divisor da sociedade norte-americana nao eh o 11 de setembro, mas a Guerra do Vietnam. O eixo da politica norte-americana gira sobre ela. Vejamos: a guerra do Vietnam mudou a cara das instituicoes norte-americanas; provocou uma cisao politica profunda no pais (junto com o Movimento dos Direitos Civis e Watergate); transformou as Forcas Armadas dos EUA em uma forca profissional e voluntaria; e criou novas clivagens politicas e novos politicos forjados na disputa pelo sudeste asiatico.

John Kerry e George Bush ainda sao cobrados pelo que fizeram (ou nao) durante a guerra. Clinton tambem foi cobrado por isso, assim como Gore. A geracao que hoje tem 50, 60 anos e que hoje domina a politica passou em cheio pela guerra. Ela criou e consolidou nos EUA um solido movimento contrario a intervencoes armadas, que alguns dizem eh uma das causas da "guerra cultural" travada nos EUA de hoje (questoes como aborto, homossexualismo, estado secular passam todas por essas clivagens). A guerra foi a primeira a ser transmitida ao vivo pela TV, foi contaminada pela contra-cultura dos hippies, foi a guerra que nao tinha justificativa clara nem alvo preciso. Foi a guerra contra o inimigo difuso, contra a resistencia gurrilheira. Apesar dos varios comentarios sobre o "exorcismo" do fantasma do Vietnam apos a primeira Guerra do Golfo, ele parece bem vivo na mente norte-americana.

No breve discurso que fez quando ganhou o Oscar de melhor documentario desse ano, Errol Morris, o diretor de "Sob a Nevoa da Guerra", alertou: "jah entramos na toca do coelho uma vez e nao foi bom; sinto que estamos entrando novamente em outra toca de coelho."

1 Comentarios:

Anonymous Dirney said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

FANTASMA DA GUERRA DO VIETNAM NO BRASIL????
LINCOL GORDON, EX-EMBAIXADOR REVELA BASTIDORES DO DIA EM QUE OS ESTADOS UNIDOS CHAMARAM O
BRASIL PARA ENTRAR NA GUERRA DO VIETNAM
um abraço
Dirney

junho 10, 2006 7:06 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com