sábado, dezembro 09, 2006

Entre Amigos

Sempre que pago o aluguel, aproveito para conversar com meus senhorios sobre política e cultura. É um casal binacional: um agrönomo argentino e uma professora chilena, exilada de Pinochet. Na semana passada o papo estava täo animado que eles me convidaram para jantar com a família. Passamos uma noite maravilhosa em Palermo, a conversa se estendendo madrugada adentro regada a bom vinho e à comida farta da mesa portenha.

Um episódio se destacou como exemplo da hospitalidade desta cidade. Minha senhoria estava me mostrando os arredores quando passamos por uma igreja onde se celebrava um casamento. Uma velhinha me parou para perguntar as horas e pelo meu sotaque percebeu que sou brasileiro. Resultado, me convidou para conhecer "a noiva mais bonita de Buenos Aires". "Ah, deve ser sua filha", brinquei. Näo era. E apesar da simpatia, tampouco merecia a descriçäo entusiasmada. Mas a cena ficou como marca do carinho que os argentinos tëm por nós, e que raramente correspondemos.

Outro bom espaço de amizade é a universidade, claro. Embora eu freqüente dois cursos, "minha turma" é a do segundo ano do mestrado, pessoas com quem tive uma afinidade automática. Nossos almoços e jantares säo dos melhores, bem como nosso convívio nos seminários acadëmicos. O formato desses eventos ajuda, em geral säo pequenos, entre 25 e 30 pessoas, ou até menos. Isso facilita o diálogo e a troca de idéias.

Igualmente boa está sendo a relaçäo com os professores. Uma agradabilíssima surpresa foi encontrar aqui a cientista política americana Kathryn Sikkink, uma das mais respeitadas especialistas mundiais em direitos humanos e relaçöes internacionais. Ela já era uma inspiraçäo para meus trabalhos na área e é incrivelmente simpática pessoalmente. Nossas conversas me deram várias idéias para pesquisas.

Fico pensando se a acolhida que tenho por aqui seria parecida se estivesse nos EUA ou na Europa. Sinceramente, acho muito difícil. Para além de toda retórica, existe de fato um sentimento de fraternidade latino-americana que é muito forte nas relaçöes pessoais.

3 Comentarios:

Blogger Igor said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Só falta notarmos essa solidariedade fraterna em âmbito político, meu caro. Só falta...

Abração

dezembro 09, 2006 4:52 PM  
Anonymous Viviane said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Mauricio,
Adorei o blog. Também adorei a história da noiva. Mas gostei muito do “Um bom destino” o filme parece uma foto, simples e direto. Tá anotado.

dezembro 09, 2006 6:19 PM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Meu caro Igor, como dizia o poeta e compositor, "Só falta reunir a zona norte à zona sul". O equivalente continental seria algo como uma concertaçäo política entre Cone Sul e Andes, mas isso hoje em dia anda difícil até entre Argentina e Uruguai, quanto mais para o resto... Paciëncia sempre.

Olá, Viviane.

Bem-vinda ao blog. Com certeza vocë terá oportunidade de conferir in loco muitos lançamentos do cine argentino, há bastante fartura deles...

abraços

dezembro 11, 2006 4:56 PM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com