segunda-feira, setembro 05, 2005

O Mesmo Amor, A Mesma Chuva



Assisti a um filme belíssimo no DVD: “O Mesmo Amor, A Mesma Chuva”, do cineasta argentino Juan José Campanella, diretor de “O Filho da Noiva”. Estranhamente, este filme não foi lançado nos cinemas brasileiros, privando o público de uma pérola da recente produção da “nova onda” dos nossos vizinhos do sul. “O Mesmo Amor...” é um conto de amor tendo como pano de fundo a história recente da Argentina.

Ricardo Darín interpreta o protagonista, Jorge, um promissor escritor que se apaixona por Laura (a bela Soledad Villamill), artista plástica e atriz. O namoro dos dois atravessa a guerra das Malvinas, o fim da ditadura militar e as esperanças do início do governo Alfonsín.

Mas o romance de Jorge e Laura desanda em meio às desilusões crescentes com o rumo do país. Jorge, apesar de talentoso, não consegue se consolidar como escritor e se degrada cada vez mais, caindo numa série de relacionamentos vazios e se tornando amargo e ressentido. Nos anos 90, marcados pelo cinismo da era Menem, ele se corrompe e passa a vender resenhas favoráveis nas críticas culturais que assina numa revista.

Contudo, como é habitual na nova safra da Argentina, há espaço para humor, sensibilidade e esperança – a convicção de que os reencontros são possíveis e que amizade, solidariedade e amor estão sempre abertos a começar de novo e tentar aprender com os erros do passado.

A crítica não se entusiasmou por ´”O Mesmo Amor...” mas o filme me emocionou muito. Além das situações serem próximas àquelas que vivemos no Brasil, o ambiente da história – o mundo do jornalismo e da cultura – também é semelhante ao meu. Vários dos personagens poderiam ser pessoas que conheço. Me fez pensar em algumas das bobagens que fiz na vida e em outras tantas que testemunhei. Difícil dizer o que gostei mais: o desempenho dos atores principais, diálogos espertos e sensíveis ou a trilha sonora instrumental que pontua as cenas mais marcantes.

3 Comentarios:

Anonymous Monique said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Em qual locadora vc alugou Maurício? Bjs, Monique

setembro 06, 2005 8:17 AM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Monique,

alguei numa pequena locadora de Santa Teresa, de modo que você deve encontrá-lo fácil em qualquer parte. Saiu em DVD há poucos meses, é lançamento.

Bjs

setembro 06, 2005 11:15 AM  
Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

logicjohn singhe maturevich sounding exhibitions pounds cast merchant warm lacantunia soon
semelokertes marchimundui

dezembro 22, 2009 2:12 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com