quinta-feira, julho 29, 2004

Em Ritmo de Despedida...

O ritmo de atividades do FSA está intenso, mas para mim já começou o clima de despedida, porque volto amanha para o Brasil.

Nos ultimos dias, participei de uma otima oficina sobre racismo, organizada pela Fundacao Perseu Abramo (do PT) e pela secretaria de promocao da igualdade racial. Havia muitos colombianos presentes e a troca de ideias com eles foi bastante interessante.

Na quarta-feira houve o lancamento da edicao internacional do relatorio Social Watch, acompanhada por um debate sobre indicadores sociais na America Latina. A conclusao é que o continente nao esta cumprindo as metas definidas na conferencia do milenio da ONU, e essas metas ja sao bastante modestas...

À tarde o Ibase organizou um debate sobre migracoes e povos indigenas, na Faculdade Latino-Americana de Ciencias Sociais (FLACSO). Conheci pessoas muito legais no evento, e o mais curioso foi ver indios cuna (Panama) e mapuche (Chile) trocando e-mails ao fim da discussao.

Daqui a pouco irei para uma palestra do lider cocalero boliviano Evo Morales, um dos pesadelos dos EUA no continente. Fecho o dia numa oficina sobre orcamento na America Latina.

4 Comentarios:

Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Dá pra ver que está sendo bem bacana essa experiência, meu caro. O q mais me interessou foi esse debate sobre migrações de povos indígenas: aí na América Hispânica eles continuam nômades ou estou entendendo errado? As tribos não têm um território delimitado como as nossas?

Abração, Mario

julho 29, 2004 12:42 PM  
Blogger BB said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Carissimo,

Nao deixa de postar algo sobre o encontro com o Evo Morales. Muito interessante mesmo.

Abraco.

julho 29, 2004 4:10 PM  
Anonymous Anônimo said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Lembro-me do livro do Raymundo magalhães, "O Capitão dos Andes". Um belíssimo registro sobre o caudilhismo na América Latina, especialmente na Bolívia. Já no século XIX os bolivianos viam o Império do Brasil como o Iraque vê os EUA hoje. Mas Maurício, você ainda não nos disse nada acerca da base militar estadunidense no Equador, como é a reação popular e governamental?

Abraços,
Helvécio

julho 29, 2004 11:52 PM  
Blogger BB said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Lembrem-se do Acre, lembrem-se do Acre!!

julho 31, 2004 11:40 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com