quarta-feira, janeiro 12, 2005

Meu tio enganou um cara

Eu sabia que um dia isso iria acontecer. Minha família vai aparecer no Linha Direta (parece até que este blog tem convênio com a TV Globo). Calma, não falo de serenatas nem de cenas de sangue no bar da rua Monte Alegre. Desta vez, quem vai ao ar é o ramo paraense-oligárquico.

Há alguns anos houve um acidente aéreo muito comentado, no qual o piloto marcou a rota como 250 em vez de 25 e o avião acabou caindo no Centro-Oeste, no meio do nada. A bordo havia um dos meus tios, que na versão oficial guiou os passageiros sobreviventes até uma fazenda, onde conseguiram ajuda. Depois disso ele se tornou uma celebridade de 15 minutos, deu algumas entrevistas e até tentou se eleger vereador com base em suas aventuras. Sem sucesso.

Na versão oficiosa, meu tio enganou um cara e quem teria feito todo o trabalho de guia seria um rapaz semi-analfabeto, seringueiro. Meu tio teria se aproveitado da ignorância do sujeito e posado para as câmeras como um herói. Acho bem verossímil. O que você espera de um sujeito que cobrava para dar entrevistas?

Sei que o acidente vai aparecer no Linha Direta - Justiça, aqueles programas dedicados a casos famosos do passado, como o assassinato de Zuzu Angel, o crime de Sacopã etc. Mas desconheço qual versão irá ao ar na Globo. Espero que a oficiosa.

3 Comentarios:

Blogger Glauco Paiva said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Mestre, sei que vai soar como a retribuição de uma gentileza, mas...
Você PRECISA publicar essas coisas!

janeiro 12, 2005 3:04 PM  
Blogger Cristiana Tibau said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Queridíssimo Mestre, ler sobre a sua família faz com que eu não me sinta sozinha no mundo. Aliás, deviam fazer um estudo de caso sobre as famílias que ainda são normais no mundo, pq creio que estão em extinção.

beijo grande,

Cris

janeiro 13, 2005 9:55 AM  
Blogger Mauricio Santoro said... Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Caros,

fico feliz em saber que minha saga familiar contribui para a educação moral e cívica do povo e felicidade geral da nação. Infelizmente, se eu colocar essas histórias no papel, vou ver a grama crescer pela raiz no cemitério clandestino que o MST encontrou na fazenda do meu falecido avô.

janeiro 13, 2005 10:34 AM  

Postar um comentário

<< Home

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons License. Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com